sexta-feira, 30 de abril de 2010

Conheça o pavilhão brasileiro na Expo Xangai acontecerá entre 1º de maio e 31 de outubro de 2010, na China.


Com o tema Cidades Pulsantes, o Pavilhão do Brasil na Expo Xangai 2010 apresentará a diversidade humana e cultural das cidades brasileiras, o dinamismo de suas grandes metrópoles e de sua pujante economia, com destaque para os setores de alta tecnologia
 e os principais avanços do País na área da sustentabilidade e de inclusão social e política.
O pavilhão abrigará diversos eventos artísticos, culturais e turísticos, discussões temáticas, eventos empresariais e de gastronomia, além de uma grande mostra da diversidade étnica, cultural e paisagística do Brasil por meio de fotos,
 vídeos, músicas, shows e comidas, muitos dos quais ultrapassarão os limites do pavilhão para ocupar áreas comuns do espaço da Expo Xangai. A narrativa temática está dividida em três eixos:
O diretor do pavilhão brasileiro, Pedro Wendler, mostra à BBC o que o Brasil está exibindo na China.Quer saber mas  www.expo2010brasil.com.br

Hoje é sexta

96 anos de Dorival Caymmi

Conhecido pelo sorriso aberto, Caymmi declarou, aos 90 anos: "Não sou de dores nem de queixas".

Nasceu Salvador da Bahia  em 30 de Abril de 1914.  Foi casado 68 anos com a cantora Stella Maris tinha três filhos, sete netos e cinco bisnetos.A história foi traçada e eternizada, os dois partiram juntos deixando como herança, alem das obras, o exemplo da união, do respeito e do amor.
Caymmi deixou mais de cem composições, algumas delas bem conhecidas como o caso da canção "o que é que a baiana tem" cantada por Carmen Miranda. Além disso, homens como Caymmi não morrem ficam sempre nos corações dos brasileiros e de todos que gostavam dele.
A paixão de Caymmi pelo mar foi assim lembrada pelo letrista Paulo César Pinheiro: "seu violão tem cordas de sargaço/ e foi cortado de um pedaço/ de uma velha embarcação/ (...) / a voz é de arrebentação/ (...) Caymmi tem espumas no cabelo."
  Outra grande paixão de Caymmi era a pintura. Aqui deixo minha homenagem "'É DOCE VIVER DO MAR' (DORIVAL CAYMMI)
Fonte: "Folha Explica Dorival Caymmi", de Francisco Bosco fotos google

Bélgica banns o uso de burka islâmica em espaços públicos



votaram esmagadoramente  nesta quinta-feira,dia 29 de abril,  proibindo o uso da burka islâmica em público, abrindo o caminho para a repressão primeiro de seu tipo na Europa.
O projeto de lei, que proibi toda a roupa que cobre ou cobre parcialmente o rosto, pode virar lei nos próximos meses, como o Senado não deverá bloqueá-lo.
A proibição ser aplicada em todos os edifícios ou motivos que são "destinado a uso público ou de prestação de serviços", incluindo ruas, parques e campos desportivos.
Aqueles que violarem a lei podem enfrentar uma multa de 15-25 euros (£ 13 - £ 27) ou uma pena de prisão de sete dias.
O Executivo muçulmana da Bélgica, criticou o movimento, dizendo que levaria para as mulheres que usam o véu completo a ser presas em suas casas.Fonte Momento 24 Fotos google

quinta-feira, 29 de abril de 2010

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Dia da Terra VAMOS DÁ UM abraço No mundo ...


Quarenta anos DEPOIS do Primeiro Dia da Terra, O Mundo em Perigo ESTÁ Maior Que fazer Nunca. Embora Uma Mudança Climática É o Maior Desafio do Nosso tempo,
Apresenta ELA Também a Maior Oportunidade - Uma Oportunidade sem precedentes n º prospera Construir Uma Saudável e, Uma Economia de Energia Limpa e ágora Para o Futuro.
Dia da Terra 2010 UM Ser PoDE Ponto de Viragem Para o Avanco da Política Climática, Eficiência Energética, Energia Renovável verdes e EMPREGOS. Earth Day Network assumam É galvanização Que Milhões de Pessoas
Parágrafo compromissos Pessoais sustentabilidade UMA. Dia da Terra 2010 e Oportunidade Uma indivíduos crucial OS Pará, corporações e governos se unirem UM e criar Uma Economia verde global.
te-se Mais de hum hum bilhão de Pessoas em 190 Países Que Estão os OS Tomando Uma Ação Para o Dia da Terra.Fonte
FONTE RADAR / 55, FOTOS DO GOOGLE

UM ARTISTA QUE NÃO PODEMOS ESQUECER PELO SEU TRABAHO QUE CONTRIBUIU PARA BELEZA DE BRASÍLIA

“Athos Bulcão chegou em Brasília com a equipe de Oscar Niemeyer, adotou a cidade, e nela permanece produzindo trabalhos de integração da arte com a arquitetura. (…)
 Os azulejos e os painéis de integração fazem parte do acervo da humanidade, não só por estarem em Brasília –
Capela – Palácio da Alvorada — 1958; Athos Bulcão: Porta de alumínio pintado de preto e vidros de cor;
Patrimônio Cultural da Humanidade -, mas porque Athos Bulcão é um artista com grande sensibilidade para intervenções em espaços públicos,
Memorial Jucelino Kubitschek — 1981; Athos Bulcão
 produzindo obras que se incorporam harmonicamente à paisagem e estão acessíveis a qualquer cidadão.
1981/1983; Athos Bulcão: Relevo; Madeira pintada;  Creche Sarinha; BrasíliaAlém de azulejos e painéis,



 entrada, há um pilar com passagens da vida de Nossa Senhora pintadas por Athos Bulcão.
pinturas, desenhos, objetos, máscaras, fotomontagens, cenários para teatro e artes gráficas fazem parte da arte de Athos Bulcão”.
    Jardim interno - Palácio do PlanaltoTrecho do texto da Fundação Athos Bulcão para o livro “Athos Bulcão”, 2001. Imagem: p.5.FOTOS GOOGLE

NÃO ESQUECEMOS DO SR PRESIDENTE TANCREDO NEVES. HOJE FAZ 25 ANOS DE SUA AUSENCIA

Não são os homens, mas as idéias que brigam. [ Tancredo Neves ]

quarta-feira, 21 de abril de 2010

VAMOS LER DE NOVO A CARTA"Presidente Juscelino Kubitschek para minha avó Maria Francisca Pereira Marinho ***** Brasília 1961


  
   FONTE fRONTEIRA MINAS GERAIS

O Cruzeiro 7 de maio de 1960

A CHAVE da Cidade está nas mãos do Presidente. O colosso, que é Brasília, foi obra de um esfôrço quase sôbre-humano. Tudo foi construído dentro de três anos de trabalho duro e constante.
O mundo inteiro voltou suas vistas para o que, no dia 20 de abril, acontecia em Brasília: uma cidade para abrigar 500 mil habitantes se inaugurava e um sonho de mais de cem anos se tornava em realidade.
A DOIS de outubro de 1956 o Presidente Juscelino Kubitschek pisou o planalto pela vez primeira. Só havia no cerrado sulcos recentes. Meia dúzia de veredas de serviço, insignificantes tatuagens vermelhas no corpo crestado do chapadão.
O Presidente posava de visionário. Descreveu uma cidade encantada. Aqui um lago, lá um palácio transparente, além os 3 Podêres da República. O vidente Juscelino não viu o sorriso irônico do pequeno auditório que testemunhou êsse quadro.
Em março de 57 um trator abriu espaço para as primeiras barracas. E começaram os alicerces A primeira estaca da Praça dos 3 Podêres foi fincada a 4 de janeiro de 58. Pois às 9.30 h do dia 21 de abril de 60, no Salão de Despachos do Palácio do Planalto, cercado por seus Ministros e
Embaixadores Especiais, JK teve estas palavras curtas:
- Declaro inaugurada a cidade de Brasília, Capital dos Estados Unidos do Brasil. Escrito por CLÓVISMOLIVEIRA-fotos google

Niemeyer: desigualdade social é o principal problema de Brasília

"Vivíamos naquela época como uma grande família, sem preconceitos e desigualdades. Uma vez inaugurada Brasília, vieram os homens do dinheiro, e tudo se modificou: a vaidade e o individualismo mais detestáveis se fizeram presentes


Brasília dos sonhos de Oscar Niemeyer não tem nada a ver com a cidade que você conhece. Ela acabou justamente quando começou a ser habitada por políticos, técnicos e funcionários públicos, a partir de 21 de abril de 1960. Ele prefere os tempos da construção da cidade.fonte/vermelho.org.br

Festa e protestos contra a corrupção marcam os 50 anos de Brasília


Brasília esta celebrando todo o dia de hoje os 50 anos de sua fundação com festa, música, esporte e até protestos contra a corrupção, com os monumentais palácios desenhados pelo centenário arquiteto Oscar Niemeyer como cenário de fundo.

terça-feira, 20 de abril de 2010

O QUE PENSA Oscar Niemeyer

    "...quem for a Brasília, pode gostar ou não dos palácios, mas não pode dizer que viu antes coisa parecida E arquitetura é isso – invenção."                                                                oscar   niemeyer                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       

A MINHA HOMENAGEM AOS 50 ANOS DE BRASILIA ESCRITORA JANDIRA COSTA ,

                                                      FELINO
                                                       Era uma vez 
                                                     um gato e um pássaro.
                                                     Era uma vez
                                                           um gato
SE VOCE QUIZER  DELICIAR COM OS SEUS POEMAS É SO ADQUIRIR SEU LIVRO ' ESTAÇÃO POÉTICA'  seu lançamento aconteceu no dia    23 de Março,  na praça central do Espaço Cultural Renato Russo da 508 Sul. Editado pela Usina de Letras, como o Departamento Editorial do Rio de Janeiro com sede em Brasília. Informações: 3447-8606.Jandira costa(janbcosta@gmail.com)